sábado, 14 de novembro de 2015

Programação da Semana

TREM DO SAMBA - 05-02-2015
Vejam a programação completa no site

IMPROVISANDO NO BOTECO

Show: “Improvisando no Boteco”
Dia: 02.12.2015
Horário: 20h
Local: Casa de Claudio de Souza
Endereço: Praça da Liberdade – Petrópolis – RJ
Entrada Franca limitada a 50 pessoas.
Classificação: Livre
Produção: Monica Valverde 

Artistas confirmados: Janaina Bessa, André Campanha, Lobo Junior, Henrrique Manhãs, Carlos Eduardo (Tinho)

Joãozinho do Cavaco, Eliana Ramos, João Felipe, Welington Ferreira.

Realização

Apoio Cultural

 
                                                                  

                                  

 

Sobre o Dia Nacional do Samba:

Ary Barroso, um dos maiores compositores brasileiros de todos os tempos, compôs vários sambas em homenagem a Bahia sem nunca ter visitado nenhuma cidade baiana.
Quando Ary Barroso pisou pela primeira vez em Salvador, o vereador baiano Luís Monteiro da Costa, aprovou uma lei, que declarava o dia 2 de dezembro como sendo o “Dia Nacional do Samba”, prestando assim, uma homenagem a este grande mestre da música popular brasileira. 

A partir desse acontecimento a data tornou-se um dia para se comemorar toda a riqueza do samba, um dos principais patrimônios culturais brasileiros. 


Sobre o Show: 
Em Petrópolis, pelo terceiro ano consecutivo, nossa festa se realizará dia 02-12-2015 (quarta-feira) às 20h, na Casa Claudio de Souza, e desta vez, Monica Valverde produtora do evento, esta preparando uma grande roda de samba, reunindo alguns dos melhores músicos petropolitanos.

O show “Improvisando no Boteco” será totalmente informal e descontraído, o repertório não será combinado, surgirá naturalmente, seguindo o exemplo das mais importantes rodas de samba do Rio de Janeiro que acontecem na Pedra do Sal, berço do samba carioca.

Convidamos à todos para improvisar em nosso boteco.

Viva o Samba! Viva a Musica Popular Brasileira!

Contatos para agendamento de entrevistas
Monica Valverde – 9 9228 2728 – 9 8802 3924



Sobre a Casa Claudio de Souza:

A Casa de Cláudio de Souza, localizada na Praça da Liberdade, em Petrópolis, foi construída no final do século XIX. Em 1956, foi doada à União por dona Luísa Leite de Souza, viúva do acadêmico Cláudio de Souza, para ser anexada ao Museu Imperial e receber atividades culturais.

A doação foi aceita pelo Decreto nº 39.446/1956, assinado pelo presidente Juscelino Kubitschek. Além da edificação, foram doados livros, fotografias e demais objetos do escritor.

Em 1964, a casa foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A edificação abriga as sedes do Instituto Histórico de Petrópolis, da Academia Brasileira de Poesia - Casa de Raul de Leoni, da Academia Petropolitana de Letras e da Academia Petropolitana de Educação.
Cláudio de Souza (1876-1954)
Natural de São Roque (SP), Cláudio Justiniano de Souza era filho de Cláudio Justiniano de Souza e Antônia Barbosa de Souza. A inclinação para a escrita começou bem cedo em sua vida, colaborando para os jornais cariocas O Correio da Tarde e A Cidade do Rio.
Em 1897, formou-se em medicina no Rio de Janeiro e retornou para São Paulo, clinicando na capital e lecionando na Faculdade de Farmácia, hoje pertencente à Universidade de São Paulo.
Em 1898, publicou seu primeiro trabalho, Os nevropatas e os degenerados, ao mesmo tempo em que continuou contribuindo para jornais por meio de pseudônimos. Sua estreia no teatro ocorreu em 1915, com a comédia Eu arranjo tudo. Pouco depois, apresentou Flores de sombra, que se tornou uma obra de grande influência no teatro brasileiro.
Membro-fundador da Academia Paulista de Letras em 1909, abandonou definitivamente a medicina em 1913, passando a dedicar-se às viagens pelo mundo e à literatura. Casado com a Sra. Luísa Leite de Souza, filha do barão do Socorro, fixou residência no Rio de Janeiro.
Escreveu inúmeras peças teatrais, artigos e textos científicos. Eleito para a Academia Brasileira de Letras, em 1924, ocupou a cadeira de número 29 (cujo patrono é Martins Pena). Presidiu a ABL por duas vezes, em 1938 e 1946, tendo dirigido as comemorações do cinquentenário daquela instituição. 
A coleção
Quando dona Luísa Leite de Souza, viúva de Cláudio de Souza, doou a casa do acadêmico ao Museu Imperial, em 1956, a doação incluiu o vasto acervo presente na edificação que conta com livros, fotografias, móveis e outros. Essas peças encontram-se preservadas nos setores técnicos do Museu, abertas à consulta do público.
A biblioteca particular de Cláudio de Souza doada ao Museu possui um total de 660 obras, incluindo livros de sua autoria e de outros autores consagrados. A maioria é constituída por peças de teatro brasileiro com dedicatória dos autores.
A coleção, preservada na Biblioteca do Museu Imperial, engloba ainda algumas obras raras, tais como: Cântico da paschoa (Aloysio de Castro, 1930); Madame de Sablé: nouvelles études sur la societé et les femmes illustres du XVIIe. siécle (Victor M. Cousin, 1859); Le more de Venise: journal d’un poète (Alfred de Vigny, 1863); O romance de um homem rico (Camilo Castelo Branco, 1889); Sentenças de d. Francisco de Portugal, 1º Conde do Vimioso: seguidas das suas poesias publicadas no Cancioneiro de Garcia de Resende (1905); L’oeuvre du divin Arétin(1909).
O restante da doação encontra-se na reserva técnica do Museu, sob responsabilidade do setor de Museologia. Ao todo, são 158 peças, entre as quais móveis, objetos de uso pessoal e pinturas modernistas.

Contato: Telefone: (24) 2231-4722/2231-5156
E-mail: mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Falar com: Rosane Maria Lopes de Freitas
Visitação: de terça a sexta-feira, das 11h às 18h
Atendimento da biblioteca: de terça a sexta-feira, das 13h30 às 17h30 e, na parte da manhã, mediante agendamento pelo e-mailmimp.biblioteca@museus.gov.br



SOBRE A AGENDA PETRÓPOLIS

A Agenda Petrópolis foi criada em janeiro de 2010 e tem por objetivo principal divulgar a cultura, o turismo e o lazer de Petrópolis e distritos.
Sua idealizadora e diretora é a petropolitana Monica Valverde que atua na cidade como divulgadora e produtora cultural à 5 anos.


Sejam bem vindos!
Viva a arte! Viva a cultura! Viva a vida!
monica.valverde@yahoo.com.br
(24) 9 8802 3924 / (24) 9 9228 2728

 APOIO CULTURAL



PROGRAMAÇÃO APOIO AFRO SERRA


Por:  Monica Valverde 

​FESTA DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA DE PETRÓPOLIS







Nesta sexta-feira, 20 de novembro, será aberta a Festa da Cultura Afro-Brasileira de Petrópolis, em comemoração à Semana da Consciência Negra. A solenidade de abertura será às 10h da manhã na Praça da Liberdade, diante do busto de Zumbi dos Palmares, com a presença de autoridades. A festa é promovida pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo e Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), em parceria com o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir).



A programação vai até domingo (22/11), e traz uma diversidade de atrações para o público na Praça da Liberdade, Palácio de Cristal, Centro de Cultura Raul de Leoni e nos bairros de Nogueira e Posse. Artes de roda (como capoeira, maculelê, jongo e samba); palestras e mesa redonda; desfile de beleza; apresentações de dança urbana (street dance); oficinas de culinária, percussão, trança nagô, turbante e de artesanato, que ensinará a confecção de uma boneca africana (bebê Abayomi); exposições sobre a história e cultura afro-brasileira e festival de filmes estão entre as atividades.



Barracas de comidas de origem afro-brasileira, salgadas e doces, e de artesanato temático também são atrações da festa. Dentre elas, a barraca do Quilombo da Tapera e da Munepe – Mulheres Negras de Petrópolis. Elas funcionarão na Praça da Liberdade, das 10h às 22h.



A Festa da Cultura Afro-Brasileira reserva boas atrações para todos os dias e tem entrada franca. A programação completa está no site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações pelo Disque Turismo: 0800 024 1516.



PROGRAMAÇÃO 

17/11 – TERÇA-FEIRA
Saída de grupo de mulheres negras de Petrópolis para participação da Marcha de Mulheres Negras em Brasília – DF, no dia 18 de novembro
Organização: Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial – Lourdes Petronilho
PRAÇA DA LIBERDADE
(Centro Histórico)
20/11 – SEXTA-FEIRA
10h – Abertura oficial
- Solenidade com a presença de autoridades em homenagem a Zumbi dos Palmares, no busto existente na praça
- Apresentação do Coral Municipal de Petrópolis sob regência do Maestro Paulo Afonso Filho, com repertório de músicas afro
11h30 – Início da execução de painel de grafite em homenagem a Zumbi por Doug Graff
11h30 – Rodas de Capoeira e Maculelê: Sociedade Brasileira de Capoeira e Convidados – Mestre Ding Dong
14h – Palestra: “A importância dos festejos da Consciência Negra” – Sérgio Soares, pedagogo e missionário por 10 anos na África
14h às 17h – Oficina de Trança – Sulamita Santos
15h – Samba de Guerreiro
19h30 – Espetáculo “Xirê Orixá”: Coreógrafo Alan Keippert / Coordenação: Sonia Maracanã / Apoio Alex Keippert e El mano Henriques
20h30 – Desfile de Beleza Negra “Black Beauty 2015/2016” com Diogo Edson – Categorias de 14 a 29 anos (levar 1kg de alimento não perecível)

21/11 – SÁBADO
10h – O Jongo: Oficinas de percussão, passos e vivência de rodas
Oficina Percussão: ensino dos fundamentos e toques do Jongo – Camaleão Maranhão
Oficina Passos: ensino dos fundamentos e passos do jongo – Negra Rose

Vivência de Roda – Camaleão Maranhão e Negra Rose e integração com o público

11h às 12h30 – Oficina de Turbantes – Sonia Maracanã
14h – Mesa Redonda: “Mulheres Negras” – Dra. Elisabeth Maller (membro do Comtur – Conselho Municipal de Turismo, representando a Mitra Diocesana de Petrópolis / Lourdes Petronilho – Coordenadora Municipal de Promoção da Igualdade Racial / Sonia Maracanã – Munepe – Mulheres Negras de Petrópolis)
15h às 16h30 – Oficina de Turbantes – Sonia Maracanã
15h30 – Dança Urbana – Grupo Sigma Urbano
16h30 – Palestra: “A escravidão africana no Brasil” – Prof. Nilson Siqueira da Silva
17h30 – Dança Urbana – Grupo Hard Crew
20h – Música: Show com o grupo Samba Erê

22/11 – DOMINGO
10h às 12h – Oficina Bebê Abayomi: Contação de História e Confecção dos Bonecos – Oficineiro Marco Cotta


 



14h – Oficina de Percussão – Jorge Amorim
15h – Apresentação do “Projeto Brasil Musical”: alunos da rede municipal de ensino – Secretaria de Educação / Catarina Maul
18h – Peça “Suplício dos Anjos” – Coletivo Teatral Komos
19h30 – Música: Show de encerramento – Afoxé, Os Dofonos

PALÁCIO DE CRISTAL
(Rua Alfredo Pachá, s/nº – Centro Histórico)
22/11 – DOMINGO
10h às 15h – Roda de Conversa: Povos Tradicionais – Matriz Africana – Mãe meninazinha Tade / Oloyê Marcelo Monteiro, do Centro de Estudos de Religiões Afro-Brasileiras / Bakono Luis Eduardo Negro Ogum / Adão, do Quilombo da Tapera / Gaiaku Deusiar de Liassa / Cida Abreu, da Fundação Palmares / Os Ogãs: Irapuã Crespo / Aurelino / Adailto Moreira, do Ilê Omi Oju Aro
EXPOSIÇÃO
De 20 a 27/11 – 10h às 18h
“História e Cultura Afro-brasileira” – Informações e imagens sobre a contribuição da cultura africana à formação cultural do Brasil.
CEU PRAÇA CORTA-RIO
(Estrada União Indústria, s/nº – Posse)
19/11 – QUINTA-FEIRA
19h – Roda de Capoeira: Grupo Raiz da Mestre Vera
20/11 – SEXTA-FEIRA
19h – Apresentação de Maculelê: Grupo Capoeira Cultura Brasileira
PRAÇA DE NOGUEIRA
(Centro Cultural Estação Nogueira)
21/11 – SÁBADO
14h30 – Rodas de Capoeira e Maculelê: Sociedade Brasileira de Capoeira e Convidados – Mestre Ding Dong
IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
(Praça da Inconfidência, s/nº – Centro Histórico)

21/11 – SÁBADO (após a Missa dos Jovens)
19h – Apresentação do Coral Municipal de Petrópolis sob regência do Maestro Paulo Afonso Filho. Após a apresentação, Roda de Capoeira com o Mestre Su e crianças do bairro Caxambú na Praça da Inconfidência.
UNIDADE SENAC PETRÓPOLIS
(Rua Alfredo Pachá, 26 – Centro Histórico). Tel: (24) 2231-7001
OFICINA DE COZINHA AFRO-BRASILEIRA

21/11 – SÁBADO
13h – Workshop gratuito realizado no Laboratório de Cozinha do SENAC. Inclui os ingredientes de preparo e conta com 25 vagas. As inscrições devem ser feitas a partir das 12h (uma hora antes do início) na recepção da Unidade SENAC Petrópolis, localizada em frente ao Palácio de Cristal.
PALÁCIO AMARELO (Sede da Câmara Municipal de Petrópolis)
(Praça Visconde de Mauá, 89 – Centro Histórico)

23/11 – SEGUNDA-FEIRA
18h – Homenagem da Câmara Municipal ao Dia da Consciência Negra
QUILOMBO DA TAPERA
(Estrada Ministro Salgado Filho – Condomínio Vale da Boa Esperança)

05/12 – SÁBADO
10h – Festa da Consciência Negra
CENTRO DE CULTURA RAUL DE LEONI
(Praça Visconde de Mauá, 305 – Centro Histórico)
EXPOSIÇÕES
De 19 a 30/11 – segunda a sexta, das 10h às 18h
“Projeto Deoclecio em Pauta” – Exposição de fotos e textos sobre Deoclecio Damasceno de Freitas e sua importante contribuição cultural e artística em Petrópolis. Pesquisa e produção: Lilian Nogueira. Espaço Acesso Livre

De 19 a 27/11 – segunda a sexta, das 8h às 18h
“Africanidade” – Exposição interativa de vídeos, documentos, livros e CD’s – Acervo do Arquivo Municipal e da Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral. Biblioteca
FESTIVAL DE FILMES
Cine Humberto Mauro
21/11 – SÁBADO
17h  “O contador de histórias” – Drama. Direção: Luiz Villaça. Elenco: Maria Medeiros, Marco Antonio Ribeiro, Teuda Bara. Classificação: 14 anos. Duração: 110 min.
22/11 – DOMINGO
15h  “Entre dois amores” – Romance. Direção: Sydney Pollack. Elenco: Meryl Streep, Robert Redford, Klaus Maria Brandauer. Classificação: 16 anos. Duração: 161 min.
27/11 – SEXTA-FEIRA
19h  “Quanto vale ou é por quilo?” – Drama. Direção: Sergio Bianchi. Elenco: Leona CavalliCaio BlatMarcelia Cartaxo. Classificação: 14 anos. Duração: 110 min.
Estamos à disposição.
Cordialmente,

Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis
Diretoria de Turismo
Disque Turismo: 0800 024 1516
Facebook: Petrópolis - Fundação de Cultura e Turismo
Aplicativo Petrópolis - baixe em seu dispositivo móvel
#SomosTodosPetrópolis

PROGRAMAÇÃO SESC QUITANDINHA
http://www.sescrio.org.br/programacao/sesc-quitandinha/2015-11-2015

Consciência Negra

O ÍMÓ promove seminários e atividades sobre o tema durante o mês de novembro

Com a finalidade de homenagear, provocar o debate, mobilizar a sociedade e ressaltar a importância da cultura e do povo africano na formação da identidade brasileira, o Sesc no Rio de Janeiro preparou uma série de atividades, que se iniciam no dia 1/11, em diversas unidades.

Seminários e programação cultural voltados para discussão da influência das matrizes africanas em nossa cultura, educação e saúde. Além de shows, espetáculos e exposições, também fazem parte da programação, todas voltadas à conscientização e reflexão pelo Dia da Consciência Negra, que é celebrada oficialmente no dia 20 de novembro - dia da morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.
Para contextualizar algumas questões pertinentes à consciência negra, o Sesc convidou o escritor, professor e doutor em Filosofia Renato Nogueira, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, para um bate-papo. A entrevista na íntegra você confere abaixo:
DIA 21 DE NOVEMBRO - SEXTA FEIRA 


A segunda edição do ÍMÓ – Despertar da Consciência traz uma série de atividades que estimulam o debate e a reflexão sobre a Consciência Negra, ressaltando a importância do negro e das raízes africanas na formação da identidade brasileira.


Por meio de canto, dança, percussão e narração de histórias, os participantes terão a vivência de uma manifestação cultural afro-brasileira,  que culminará em uma roda de jongo.  18 a 20/11 - 9h às 17h. Grátis. Classificação livre.


Na primeira etapa as partidas serão realizadas nas quartas, quintas e sextas, até as 20h. Nos fins de semana e feriados, até as 14h. A fase final será realizada no dia 26/11, a partir das 19h. Grátis. Classificação 14 anos. 


Lanfranco Vaselli, ou simplesmente Lan, é uma das referências na arte da caricatura. O cartunista é italiano de nascença, mas seu coração é carioca há muito tempo. A relação com a geografia, a luz, a cor e, sobretudo, com as curvas das mulatas que andam pelas ruas da cidade já são bem conhecidas. A exposição homenageia os 90 anos do artista.


A roda, liderada por Gabriel Cavalcante, um dos fortes nomes do atual cenário do samba carioca, é formada por jovens músicos de muito talento, que interpretam um repertório de sambas das décadas de 30 a 80 com linguagem e instrumentação inspirados nas antigas rodas de sambas no terreiro das escolas.  20/11 - 16h às 18h. Grátis. Classificação livre. 


Composto de seis pistas com equipamentos modernizados. Valores referente ao período de uma hora: Quartas e quintas, de 11h às 21h. Valores: R$ 15 (associados Sesc)  e R$ 30. Sextas, de 11h às 23h. Valores: R$ 15 (associados Sesc)  e R$ 30.

PROGRAMAÇÃO SESC NOGUEIRA



PROGRAMAÇÃO CASA CLAUDIO DE SOUZA


Reflexão quanto ao Dia da Consciência Negra”. O evento será gratuito e aberto ao público interessado.

PELA SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

            A UNEP - União dos Negros de Petrópolis e o MOBENE - Movimento Beleza Negra promoverão, no próximo dia 16 de novembro, das 17 horas, na Casa de Cláudio de Souza, o Evento pela Semana da Consciência Negra - “Reflexão quanto ao Dia da Consciência Negra”. O evento será gratuito e aberto ao público interessado.
            Na ocasião, Adriana Rangel, Coordenadora Geral do MOBENE, apresentará o Grupo de Capoeira Imperial, que fará a abertura do evento e, logo após, às 17h30, acontecerá a primeira palestra da noite com o capoeirista Itamar dos Santos Soares, que falará sobre o histórico da Capoeira no Brasil.
            Às 18h30, o Promotor de Saúde da População Negra, Pedro Fernandes, ministrará palestra sobre o histórico do Negro na Cidade de Petrópolis. Seguido de Pedro Nogueira, Mestre em Ciências da Religião, que falará sobre a Religiosidade Afro Brasileira e o preconceito, às 19 horas.
            Às 19h40, o Grupo de Dança – UP GRADE, dos coreógrafos Antonio Esteves e Victor Miranda, se apresenta e dá início à palestra de Sulamita Costa, que abordará o tema “A imposição da Visão Euro Etnocêntrica na sociedade – A Vivência do Branqueamento”, às 19h55.
            A última palestra prevista começa às 20h30 e será ministrada pela assistente social, Erica Botelho. O tema em questão será “Racismo Institucional”.
            O evento se encerra às 21 horas com a apresentação do Grupo de Dança do coreógrafo Emerson Seraphin.
            A Casa de Cláudio de Souza fica na Praça da Liberdade, 247, Centro, Petrópolis. Além dos eventos que recebe e organiza o espaço, que é unidade do Museu Imperial, está aberto para visitação gratuita de terça a sexta-feira, das 11h às 18h. Para mais informações, entre em contato pelos telefones (24) 2231-5156 e (24) 2231-4722 ou pelo e-mail mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br.
SERVIÇOS

Casa de Cláudio de Souza/Museu Imperial
Endereço: Praça da Liberdade, 247, Centro – Petrópolis, RJ
Contatos: (24) 2231-5156 / (24) 2231-4722 / mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Visitação: de terça a sexta, das 11h às 18h
Biblioteca: de terça a sexta, das 13h30 às 17h30 (em outros horários, mediante agendamento pelo e-mail    mimp.biblioteca@museus.gov.br)

Museu Imperial/Ibram/MinC
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2233-0300 / (24) 2233-0360
Twitter: @museuimperial

Visitação: de terça a domingo, das 11h às 18h
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h

Ingressos para visitação:
Adultos: R$ 10,00
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00
Menores de 7 anos e maiores de 80: gratuito
Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito


Assessoria de Imprensa
Patrícia França e Tarsila Rangel
(24) 2233-0387 e (24) 2233-0392
mimp.imprensa@museus.gov.br



Notificações

Siga o Agenda Petrópolis por e-mail